Notícias
< voltar

No Caminho tem um Livro possibilita viagens com boas leituras

29/11/2018

No Caminho tem um Livro possibilita viagens com boas leituras

Projeto incentiva a doação e o compartilhamento de obras literárias nos bolsões de ônibus de Ilhéus e de Itabuna, na Bahia Se os trajetos são longos, na hora de enfrentá-los os livros podem se tornar bons companheiros, e o tempo gasto no transporte nem sempre vira sinônimo de perda se puder ser transformado pela imaginação. O projeto “No Caminho Tem Um Livro”, da Editus, Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz, na Bahia, promove o encontro entre livros e passageiros por meio de bolsões especiais instalados no interior de ônibus intermunicipais, onde repousam, disponíveis para quem quiser pegá-los, exemplares literários gratuitos. Foram contemplados com essa ação os ônibus que fazem o trajeto de Itabuna a Ilhéus, de Itabuna a Salobrinho, de Itabuna a Itajuípe e também nos ônibus que  fazem o transporte dos servidores da Universidade Estadual de Santa Cruz. Ou seja: o passageiro, em plena viagem, tem acesso a uma espécie de biblioteca itinerante que o acompanha ao longo do seu percurso. Pode pegar os livros, folheá-los e devolvê-los aos bolsões, ou ainda levar consigo um dos exemplares, caso este tenha lhe chamado a atenção, terminar de ler, e devolvê-lo e um dos pontos de coleta instalados pelo projeto nas rodoviárias de Ilhéus e Itabuna, nos pontos de ônibus do CNPC, no ponto da saída de Itabuna para Ilhéus e na Guarita da UESC. O projeto oferece ao passageiro leitor a liberdade de ler quando e onde quiser, já que não necessita de uma cadastro prévio, tampouco de autorização. Trata-se, eminentemente, de uma experiência que também promove a conscientização dos indivíduos e o fortalecimento da circulação de exemplares como importante prática de disseminação da leitura. “A ação é relevante, principalmente porque acontece no nordeste do país, região carente em educação e leitura”, comenta Vera Esau, uma das avaliadoras do Prêmio IPL. E foi justamente da compreensão de que a missão das universidades públicas é ser catalizadora de transformações sociais que nasce o projeto da Editus, ciente do importante papel que cumpre sendo uma editora vinculada à UESC. Até o presente momento, mais de 700 livros já foram doados pela comunidade local com o intuito de ampliar os materiais disponíveis, evidenciando a retroalimentação entre o projeto e o público ao seu redor. “Para que tal iniciativa seja exitosa, além de envolver a comunidade na doação de livros, é possível buscar parcerias com outras editoras do estado e assim ampliar a abrangência do projeto”, pondera Vera Esau.



Você também pode gostar