Notícias
< voltar

A loucura de se apaixonar pelos livros

05/12/2018

A loucura de se apaixonar pelos livros

O Programa Loucos Por Leitura é responsável pela criação de uma rede de bibliotecas na região de Mariana, Minas Gerais, contribuindo para expansão de seu acervo e unificação de suas atividades. Por Leonardo de Sá O “Programa Loucos Por Leitura” é uma iniciativa da Associação Clube Osquindô, localizada em Mariana, Minas Gerais, que tem como principal objetivo contribuir para o fortalecimento da leitura, do acesso aos livros e da formação de pontos criativos de leitura em escolas e espaços alternativos da cidade. Trata-se, atualmente, da única iniciativa do gênero no âmbito do município responsável por desenvolver o trabalho em rede, através de ações lúdicas que contemplam cerca de 16 bibliotecas escolares e comunitárias. Sua principal prática é a formação de agentes de leitura e gestores culturais, através de oficinas, programação integrada e campanhas criativas. As atividades continuadas deram origem a formação da “Rede Loucos Por Leitura”, articulação através da qual todos os parceiros envolvidos podem promover não só o acesso aos livros como dar vazão às atividades de formação de pontos criativos de leitura não só nas escolas, como também em espaços alternativos nos bairros e distritos que compõe e circundam a cidade histórica de Mariana. O trabalho desenvolvido por estes parceiros, conectados em rede, prevê o estímulo contínuo do gosto pela leitura em crianças, jovens e adultos, e encontra nesta ação o germe para alcançar uma melhoria em suas habilidades para interpretação textual, capacidades motoras, desenvolvimento em sua oralidade e comunicação interpessoal, além de uma sensível mudança na autoestima dos cidadãos. Por extensão, o projeto compreende também a importância de promover a formação de mediadores e educadores, uma vez que são eles os responsáveis por dar vida às instalações das bibliotecas e dos espaços culturais. Neste sentido, a “Rede Loucos por Leitura” atua também como disseminadora de práticas de trabalho para agentes de leitura, agentes comunitários e bibliotecários, oferecendo oficinas e encontros de formação e interação. Tais espaços formativos acontecem mensalmente, e são verdadeiros encontros de troca de experiências e de possibilidades expansivas de atividades a serem desenvolvidas nas bibliotecas, levando em consideração a organização de uma programação periódica, a instalação de campanhas e eventos integrados. Entre 2015 e 2016, houve uma sensível ampliação dos pontos de leitura em Mariana que, graças às articulações promovidas pelo projeto, dobraram de tamanho: no ano anterior eram tão somente oito, e, no ano seguinte, subiram para dezesseis. "Excelente projeto pois articula uma rede de leitura, apoia a formação de mediadores e pensa na ampliação do acervo”, comenta Adriana Ferrari, membro da comissão avaliadora do Prêmio IPL.



Você também pode gostar