Notícias
< voltar

Prêmio IPL: dicas do selecionador José Alves

20/08/2019

Prêmio IPL: dicas do selecionador José Alves

Editor de Comunicação, na Diretoria de Difusão e Mídias (DDM) do CENPEC Educação, Alves explica alguns itens do formulário de inscrição do Prêmio IPL Retratos da Leitura. Entenda o que é avaliado e saiba como redigir corretamente o seu projeto 1. Quais os principais requisitos/atributos que você considera para avaliar um projeto como exitoso e indicar como finalista do Prêmio IPL? Que consiga efetivamente promover a transformação indicada em seus objetivos específicos e geral. E que consiga atingir a ponta, chegar ao público destinado em seu escopo.   2. Qual sua orientação para quem for cadastrar seu projeto? O que é imprescindível informar para que o projeto seja reconhecido e bem avaliado? Primeiramente, clareza na descrição das ações do projeto e como elas se articulam para alcançar os seus objetivos específicos e geral. É preciso ter em mente que o selecionador entrará em contato com uma metodologia que não conhece. Uma descrição objetiva nem sempre é um exercício simples para quem relata o projeto. Isso porque o gestor ou a gestora do projeto carrega consigo envolvimento emocional e cotidiano em relação às ações. E, neste sentido, o que parece óbvio para quem escreve o projeto nem sempre é evidenciado para o selecionador. É neste momento que, muitas vezes, um tesouro pode estar escondido numa descrição pouco objetiva. As dicas, portanto, são clareza e objetividade no texto, além de uma boa sistematização das ações. 3. Em geral identificamos dificuldade para apresentarem os objetivos. Qual dica daria para ajudá-los na formulação do objetivo geral e dos objetivos específicos? É importante pensar que o objetivo geral representa a ideia central do projeto. O motivo pelo qual o projeto existe. Importante, ainda, informar com clareza a sua intencionalidade (o que se pretende alcançar) e a delimitação do escopo (até onde pode chegar). Já os objetivos específicos representam as diversas ações necessárias para se chegar ao objetivo geral. Por isso, são sempre pensadas no plural, nunca será somente uma ação. Nos objetivos específicos, é muito importante traçar as metas que, quando alcançadas, revelam o sucesso do projeto, ou seja, o cumprimento do seu objetivo geral. É pelo monitoramento e avaliação constantes dos objetivos específicos do projeto, que se torna possível readequá-los ou fortalecê-los para que se atinja o seu objetivo geral. 4. O que será avaliado em metodologia? E em sustentabilidade? (o que é importante garantir?) Sobre a metodologia, é importante deixar clara a forma, a maneira, o método utilizado pelo projeto para atingir os seus objetivos. O método é "como se desenvolve" o projeto, que deve ter coerência com seus objetivos. Por exemplo, se queremos um projeto de leitura com viés colaborativo, não podemos utilizar uma metodologia que afaste a ideia de colaboração. Coerência metodológica com os objetivos do projeto é muito importante! Sobre a sustentabilidade, é pensar em um modelo de projeto que, quando adotado, permita que a ação tenha vida longa, nos sentidos financeiro e metodológico. Financeiramente falando, que não seja um projeto muito dispendioso, porque aumenta a dificuldade de financiamento ao longo dos anos vindouros. Já em relação à metodologia, o ideal é que seja uma ação pensada a longo prazo, diferentemente de uma ação pontual para um objetivo específico. Em seu passo a passo, o projeto deve alcançar diferentes pessoas em diferentes momentos.   5. Como o avaliador analisa os resultados apresentados?  Devem estar relacionados aos objetivos definidos para o projeto? Sim, sempre. O sucesso de um projeto é medido em grande parte pelo monitoramento e avaliação do conjunto de ações que moldam o seu escopo, e o quanto esse conjunto contribui para o atingimento do objetivo geral. Sabemos que, em muitos casos, projetos conseguem ir além do planejado inicialmente, e é muito bom quando isso acontece. No entanto, mesmo que vá além do esperado, é necessário que o objetivo inicial do projeto esteja contido neste resultado, digamos, surpreendente e mais amplo. O que não é desejável é um projeto não atingir o seu objetivo inicial. Mesmo que consiga bons resultados fora do seu escopo.



Você também pode gostar