Notícias
< voltar

Retratos da Leitura em Bibliotecas Escolares na Bienal do Rio

04/09/2019

Retratos da Leitura em Bibliotecas Escolares na Bienal do Rio

Com o estudo, o IPL visa oferecer indicadores para avaliar o impacto de bibliotecas escolares e espaços de leitura na aprendizagem dos alunos, se garantidas determinadas condições de funcionamento Durante a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro foram apresentados os resultados da pesquisa “Retratos da Leitura – Bibliotecas Escolares”, encomendada pelo Instituto Pró-Livro (IPL) ao Insper, para identificar quais condições (instalações, recursos eletrônicos, funcionamento, perfil dos profissionais, atividades e integração ao projeto e currículo escolar), impactam positivamente na melhor performance de seus alunos em língua portuguesa, segundo os indicadores de avaliação em SAEB e IDEB. O IPL estava representado por Zoara Failla, coordenadora da pesquisa Retratos da Leitura, que iniciou o evento apresentando a motivação do levantamento e principais resultados dele, segundo a avaliação dos entrevistados (diretor, professor e responsável pelas bibliotecas).  A partir dessa iniciativa, o IPL espera contribuir com a formulação de políticas e programas voltados à instalação de bibliotecas escolares e/ou de espaços de leitura com foco na aprendizagem e integrados ao currículo escolar. “Outra importante motivação para a realização da pesquisa foi a dificuldade na implementação da Lei nº 12.244/2010, que estabelece a universalização de bibliotecas em escolas públicas até 2020”, diz Zoara. A relação das bibliotecas e seus atributos com o aprendizado, segundo os indicadores IDEB e SAEB foi exposta por Sergio Firpo, pesquisador e professor do INSPER. “Encontramos uma relação positiva entre existência de bibliotecas escolares (ou salas de leitura) e o desempenho escolar em português e matemática no 5o ano do ensino fundamental”, afirma. “Essa relação é mais forte quanto mais vulnerável é condição socioeconômica da criança”. Para comentar os resultados do levantamento, foram convidadas  Karine Silva dos Santos, Diretora de Ações Educacionais (FNDE/MEC), e Marcela Porto, do Instituto Ecofuturo, que possui um projeto de instalação de bibliotecas comunitárias em diversos estados do Brasil. A iniciativa foi vencedora do Prêmio IPL no ano de 2016. Para saber mais, clique aqui.    



Você também pode gostar