PROJETO
PROTAGONISMO LITERÁRIO DENTRO E FORA DA ESCOLA

Natureza do projeto
Formação de mediadores ou agentes de leitura, Promoção do acesso ao livro (feiras, blogs, sites etc), Criação / aperfeiçoamento de espaços da leitura/bibliotecas, Formação de leitores em geral e de leitores de literatura, Valorização / campanhas de promoção da leitura


Organização responsável:
ESCOLA MUNICIPAL BRIGADEIRO EDUARDO GOMES


Categoria da organização
Biblioteca – pública ou comunitária




O projeto visa proporcionar a todos os alunos da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes a aproximação com a leitura literária, mediada pelas professoras mediadoras de leituras da Biblioteca Escolar Poeta Vinícius de Morais, objetivando sensibilizar e desenvolver nos alunos o prazer em ler, favorecendo o acesso ao conhecimento e aos bens culturais da humanidade, tendo em vistas se tornarem protagonistas da sua própria história.


O referido projeto ampara-se no Projeto Político Pedagógico e no projeto anual da escola, que visa desenvolver o protagonismo infanto-juvenil. Celebramos os sessenta anos do nosso município, oferecendo uma obra materializada, o livro “Rio Pequeno de Grandes Histórias”, fruto de um trabalho realizado pelas professoras da Escola, além da participação direta de 20 alunos da escola. O objetivo maior desta obra foi avivar o sentimento de identidade e de pertencimento .


Incentivar a leitura literária para os alunos e para comunidade escolar, desenvolvendo ações permanentes, diferenciadas e envolventes, com vistas à formação de um leitor autônomo que usufrua de todos os bens que a leitura literária proporciona.


Valorizar o livro como fonte transformadora e libertária e utilizar a literatura como instrumento de potências e habilidades, gerando interação entre os livros e seus leitores. A questão é em como conduzir e desenvolver ações como protagonistas da leitura, de modo a apresentarem e influenciarem, positivamente, a comunidade escolar no que se refere a prática de leitura. Seguimos contribuindo para formação de crianças e adolescentes leitores.


A leitura é uma prática social, e ela insere o indivíduo em um vasto mundo de conhecimentos e significados, habilitando-o a posicionar-se crítica e socialmente, missão necessária, sobretudo no cenário nordestino. Os baixos índices da instituição, a saber, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) nos motivaram a fazer algo. Com esta competência sendo trabalhada de forma sistemática e séria, o triunfo está se manifestando no crescimento dos alunos. Hoje temos a nota 5.6 e figuramos entre as três melhores escolas do município.


São ações continuadas como saraus, atos literários, fóruns, seminários, intercâmbio com escritores e editores, feiras literárias e outras ações congêneres envolvendo a comunidade de forma que seja democratizado o livro para todos os munícipes do bairro de Nova Parnamirim. Os alunos protagonistas da leitura atuam em diversas situações e espaços dentro e fora da escola com leitura para os colegas no recreio, no acolhimento, na praça, nas reuniões de pais, para crianças do CEMEI, no troca-troca de livros e outras ações. Os alunos são bastante ativos, criativos e apaixonados pela leitura, levam a sério a missão de divulgar e disseminar a leitura em todos os espaços.


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Um país que tenta exterminar o narcotráfico e a violência com a arma da poesia. Uma rede de bibliotecas-parque assim chamadas porque não somente ofertam o serviço tradicional deste equipamento, mas também se oferecem como um lugar de convivência, lazer e formação: a Colômbia, país visitado por algumas professores da cidade, tem sido nossa inspiração. Para a observação de comportamentos leitores, nos guiamos, dentre outros teóricos, pela obra "Ler e Escrever na Escola", de Délia Lerner


Para garantir um bom posicionamento diante do cenário de - ainda - poucos sólidos leitores nas escolas, a formação continuada é uma das principais ferramentas de nossa biblioteca. Participamos de um plano de formação mensal, com 10 encontros/mês, somando mais de 40 horas/ano, promovidos pela rede de bibliotecas na qual estamos inseridos.


Conectados às demandas e exigências do ofício de fazer leitores, temos realizado parceria com o SESC, através do BiblioSesc, que conta com bibliotecários, com o comitê científico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, inclusive apresentando o projeto, editoras parceiras, e fazemos parte das Escolas Associadas da UNESCO (REDE).


Estamos ligados ao Projeto “Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura” que congrega todas as bibliotecas do município e, conforme preconiza a lei municipal de Nº 1563/2011, garante a política de formação de leitores, bem como oficializa a função dos profissionais mediadores. http://www.riodeleitura.com.br/


O fato é que o ambiente leitor deve ser garantido, e o grande desafio imposto à escola está, efetivamente, na construção deste clima no qual ler seja uma prática dinâmica e essencial, dentro da história de um país que não tem a leitura como tradição. Foi necessário criar estratégias como, por exemplo, envolver as famílias nesta formação.


Ainda estamos na luta de dinamizar os espaços de vivencias da escola e ofertar leituras levando encantamento ao ato de ler. Estratégias como os encontro com escritores, a ação do "Teatralizando", a "Praça da Leitura; e nossa próxima ação, realizar um “Encontro Nacional de Graffiti”, trazendo o tema da cultura indígena e afro são alguns desafios.


Nossa escola tem sido convidada para socializar que itens contribuíram para o sucesso do nosso resultado na melhora dos índices educacionais na Câmara de Vereadores da cidade e a leitura despontou junto a biblioteca escolar como a prática fundamental. http://www.riodeleitura.com.br/2019/02/escolas-de-melhor-ideb-apontam-leitura.html


A primeira edição do livro "Rio Pequeno de Grandes Histórias", que narra a história de nossa cidade com o olhar inaugural do corpo docente e discente, teve o financiamento do Ministério da Educação e Cultura via uma premiação e, hoje, participamos da integração às Escolas Associadas da UNESCO (REDE)


O desafio de tornar a literatura um patrimônio de todos os parnamirinenses exige ações como a de agregar esforços e não deixar nossa biblioteca isolada de Organizações não- Governamentais, iniciativas privadas e outras parcerias. Toda a legislação vigente municipal, estadual e federal sobre a leitura literária garantem nossa continuidade,


Erigir uma biblioteca não se restringe à construção do equipamento e compra dos acervos, mas implica, ainda, na demanda de profissionais qualificados para o funcionamento adequado destas, permitindo assim a construção de uma cultura leitora consistente. E nisso muito temos avançado.





01/02/2010


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Nordeste - RN - Parnamirim


estudantes, comunidade em geral, trabalhadores, população institucionalizada - orfanatos, hospitais, asilos etc., crianças, adolescentes/jovens, educadores (professores, coordenadores, diretores, etc)


6 a 12 anos, 13 a 17 anos, 18 a 59 anos, mais de 60 anos


feminino, masculino, transgênero

Número de pessoas atendidas


5000


586


600


600


300


Uma prática frequente em nossa escola é levar escritores para um bate-papo com alunos e formação com os mesmos e leva-los para leituras externas;: http://www.riodeleitura.com.br/2018/06/escola-brigadeiro-eduardo-gomes-em.html http://www.riodeleitura.com.br/2017/12/escola-brigadeiro-eduardo-gomes-celebra.html http://www.riodeleitura.com.br/2017/05/escola-brigadeiro-eduardo-gomes-promove.html http://www.riodeleitura.com.br/2016/12/lancamento-de-livro-da-escola.html http://www.riodeleitura.com.br/2016/04/sonho-coletivo-da-escola-brigadeiro.html

Equipe


3


35


35


0


10


2


0



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto

100


0


0


0



Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto

Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Parnamirim


UFRN


UFRN SESC Projeto "Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura" através de uma rede de bibliotecas escolares


Secretaria Municipal de Educação e Cultura


UFRN

Cadastrado em: 09/19
Atualizado em: 02/09/2019