PROJETO
HISTÓRIA VIVA - OUVIR E CONTAR

Natureza do projeto
Formação de mediadores ou agentes de leitura, Promoção do acesso ao livro (feiras, blogs, sites etc), Criação / aperfeiçoamento de espaços da leitura/bibliotecas, Formação de leitores em geral e de leitores de literatura, Valorização / campanhas de promoção da leitura, Outra natureza do Projeto

Finalista 2019

Organização responsável:
.


Categoria da organização




Realizamos seções de contaçao de histórias em hospitais, lar de idosos, casa lar de crianças vitimas de violência e espetáculos de histórias vivas dramatizadas. Nessa ultima ação, grupos de ouvidores e contadores de histórias visitam lares de idosos para estimular os idosos e as idosas a contarem episódios de suas histórias de vida. Essas histórias são adaptadas em contos infantis e apresentados para crianças e jovens que devolverão suas impressões a respeito da narrativa na forma de desenhos ou poesias, que são entregues aos idosos. Temos um sonho de através de um portal promover intercambios com paises de lingua portuguesa.


- Acesso ao livro e leitura a partir das apresentações de leituras e contações de histórias por grupos de voluntarios; - Inovador; - Incentivo a leitura a partir de histórias de vida; - Intercambio com novas culturas; - Valorização das culturas e saberes locais; - Mobilização de voluntários; - Possibilidade de ser replicado; - Possibilidade de publicaçao de livros.


Promover uma interlocução entre gerações fragilizadas, que são idosos asilados com crianças abrigadas e hospitalizadas, através da arte de ouvir e contar histórias, por meio de cidadãos comuns que serão capacitados para serem os agentes dessa interlocução. A partir disso promover o incentivo a leitura.


Melhoria emocional para os idosos e as crianças fragilizadas, incentivo a leitura, visibilidade para a questão do abandono aos idosos, acesso ao livro e a leitura.


A criança e jovem ao aprender e perceber valores com um idoso adquire inspiração, respeito por essa sabedoria, valorizando a tradição e desejando para si esta experiência de vida enriquecida pelos anos. Desperta o prazer pela leitura a partir de historias de vida. O ancião ou pessoa inspiradora, por sua vez, ao ensinar, renova seu conhecimento ao percebê-lo através dos olhos infantis, revive as boas lembranças e ressignifica aspectos de sua vida.


1o passo: treinamento de grupos de pessoas da sociedade para as técnicas da: escuta ativa, arte de encantar histórias (fundamentado no Mito do Heroi) e na Arte de Contar Histórias. 2o. passo: organizar cronograma dos atendimentos que acontecem ao longo de todo o ano 3o. passo: visitar idosos, ouvir histórias de vida. Encantar essas histórias. Contar para crianças em situação de risco. Recontar para idosos donos das historias e entregar a arte da criança;


Principais inspirações ou referências teóricas e práticas



Para a criação desse projeto, a idealizadora (Roseli Bassi) recebeu uma inspiração caminhando na beira da praia. Para colocar em prática na etapa "encantar histórias" , foi buscar a fundamentação do Mito do Heroi de Joseph Campbel e A Jornada do Escritor de Christopher Vogler.


Não.


Não.


Não.


No inicio nossos maiores desafios eram capacitar os gestores, desenvolvermos os materiais de comunicaçao como logomarca, site e papelarias, manutenção de voluntários. Hoje estamos buscando apoio para lançamento do portal de historias e publicações dos livros de historias vivas.


os gestores foram capacitados, conseguimos apoio para o desenvolvimento dos materiais de comunicação e lançamos um programa de gestão de voluntários eficiente.


https://www.youtube.com/channel/UCd_5WTLumIioHZWWbwWvTew?view_as=subscriber


- Premio Zilda Arns categoria educação - Premio Campeões do Carinho da Johnson & Johnson


Atualmente as inscriçoes em treinamentos de pessoas interessadas em se tornarem voluntários tem garantido os recursos para manutenção.


É um projeto de facil replicabilidade. Já está presente em 7 Estados do Brasil, e uma revista em Portugal publicou uma matéria de capa.





11/07/2005


Sim, o Projeto acontece atualmente


Brasil - Região Sul - RS - Horizontina
Brasil - Região Sul - RS - Montenegro
Brasil - Região Sul - PR - Curitiba
Brasil - Região Sul - PR - Maringá
Brasil - Região Sudeste - SP - Campinas
Brasil - Região Sudeste - SP - Indaiatuba
Brasil - Região Sudeste - SP - São Paulo
Brasil - Região Sudeste - SP - Sorocaba
Brasil - Região Sudeste - SP - Itararé


estudantes, comunidade em geral, trabalhadores, população institucionalizada - orfanatos, hospitais, asilos etc., crianças, adolescentes/jovens


6 a 12 anos, 13 a 17 anos, 18 a 59 anos, mais de 60 anos


feminino, masculino, transgênero

Número de pessoas atendidas


2500


700


600


600


40


O publico pode variar em função do tamanho da instituição. Nem todas as bases enviam relatórios e nao temos equipe tecnica para acompanhar.

Equipe


8


0


0


0


210


0


1



Informe se o projeto conta somente com recursos próprios (100%) e/ou se conta com patrocínios ou outros apoios financeiros. Se possível, informe (entre parênteses) como esses recursos se distribuem percentualmente para custear o projeto

100


0


0


0



Quais organizações e/ou instituições são parceiras e como apoiam o projeto

Atualmente nao temos patrocinadores.


Atualmente nao temos parceiros.


Não temos.


Empresas de comunicação como Smartcom (assessoria de imprensa), Polvo Digital (redes sociais); Correia de Castro (jurídico); Albion (marcas e patentes); FAE Businnes (espaço para treinamentos).


Não recebemos.

Cadastrado em: 09/17
Atualizado em: 16/09/2017