Notícias
< voltar

Myra – Juntos Pela Leitura e o importante trabalho em escolas públicas

29/11/2018

Myra – Juntos Pela Leitura e o importante trabalho em escolas públicas

Realizado pela Fundação SM, com o apoio técnica da CE Cedac o programa promove encontros de leitura em que um voluntário lê com um aluno de uma escola pública, estabelecendo diversos diálogos entre o texto, outros livros e vivências Por Leonardo Sá Muitos dos valores comunitários empreendidos pelos povos tradicionais e indígenas em seus modos de organização foram se perdendo com a consolidação da sociedade moderna. Entretanto, quando o assunto é a literatura e a expansão dos hábitos a ela relacionados, as relações afetivas em jogo em muito dialogam com aspectos esquecidos destas culturas. A Fundação SM Brasil foi beber nesta fonte para elaborar o “Programa Myra”, termo de origem tupi que faz referência a ideia de grupos, pessoas em coletividade e desenvolvimento de forma integrada. Trata-se de uma atividade que promove o contato pessoal entre um tutor voluntário e uma criança em idade escolar, cujo principal objetivo é estreitar os vínculos de confiança entre ambos a fim de que a aprendizagem ocorra. O tutor passa a se tornar referência para o aluno, isto é, alguém em quem ele pode depositar sua confiança para tirar dúvidas, partilhar incertezas e vivenciar momentos de leitura. “Os resultados alcançados são excelentes tanto entre as crianças quanto entre os professores, e suas ações certamente inspiram para a formação de novos leitores”, aponta Vera Esau, membro da comissão avaliadora do Prêmio IPL. As escolas escolhidas para serem atendidas pelo programa são selecionadas por meio de editais. Em seguida, a CEDAC em parceria com as instituições selecionadas são responsáveis por promover um mapeamento a fim de encontrar os alunos com maior necessidade de receber a tutoria. Paralelamente, inscrições são abertas aos voluntários, que receberão a devida formação e treinamento para a participação no programa, além de indicarem sua disponibilidade para os encontros. As escolas então começam por estabelecer esse pareamento entre a disponibilidade dos voluntários e a sua programação de atividades. Além da tutoria, o “Programa Myra” oferece materiais de apoio, avaliações periódicas e acompanhamento do trabalho desenvolvido. Em 2017, uma avaliação com todos os alunos do 4º e 6º ano de duas das escolas participantes foi aplicada no começo e ao final da implantação do programa. Foi verificado que 79% dos alunos atendidos tiveram melhorias em seu desempenho, colocando-se acima da média de suas respectivas turmas na avaliação de suas competências leitoras. Os professores também sentiram essa melhoria: em sua avaliação, atestaram que 70% dos alunos tiveram melhorias significativas em sua compreensão leitora, enquanto 55% desenvolveram sua habilidade de localizar informações.



Você também pode gostar