Notícias
< voltar

Espaço de leitura

11/11/2019

Espaço de leitura

O Espaço de Leitura, projeto de incentivo à leitura foi criado em julho de 2010 no Parque da Água Branca e vem se consolidando como uma importante ação sociocultural e educativa. O projeto é finalista do Prêmio IPL 2019  O projeto tem três principais focos de atuação: o ‘núcleo educativo’, que atende grupos de instituições educativas e sociais públicas; o ‘núcleo cultural’, que oferece oficinas e apresentações artísticas; e o ‘núcleo de acervo’, responsável pelo acervo de livros disponíveis ao público.  Os principais objetivos do Espaço de Leitura são oferecer aos cidadãos, em especial crianças em vulnerabilidade social de instituições sociais e educativas públicas, o acesso e a descoberta do prazer da leitura por meio de atividades educativas, formações para professores, atividades culturais e mediações de leitura; disponibilizar acervo variado de livros, com foco em literatura infantil e infantojuvenil; oferecer ao público espontâneo atividades culturais, como oficinas, narração de histórias, mediação de livros e apresentações musicais. De acordo com os organizadores da iniciativa, o Espaço de Leitura tem a missão de oferecer aos cidadãos o acesso à leitura e principalmente a descoberta do prazer da leitura por meio da oralidade, da escrita, da observação e da interpretação. O projeto parte da ideia de leitura como um agente transformador da sociedade, um fator de inclusão social e cultural e de aumento da autoestima, trazendo contextos diversificados e possibilidades de experiências que ampliam a significação do ato de ler. Espaço de Leitura em números  Em quase dez anos, o projeto já  promoveu mais de 1000 apresentações culturais e teve resultados bastante significativos, tais como um público espontâneo de mais de 300 mil pessoas que já visitaram o Espaço de Leitura espontaneamente, participando de oficinas, apresentações culturais ou retirando livros. Além disso, o Espaço atende um público de escolas públicas e instituições sociais: cerca de 25 mil crianças de mais de 200 escolas públicas e instituições sociais participaram dos atendimentos educativos agendados.



Você também pode gostar