Notícias
< voltar

Iniciativas de incentivo à leitura na quarentena

15/04/2020

Iniciativas de incentivo à leitura na quarentena
Envie pra gente um relato sobre uma iniciativa de incentivo à leitura na quarentena

Conheça formas criativas que organizadores de projetos de incentivo à leitura estão utilizando para manter o engajamento e a participação do público atendido

Na última edição de nossa newsletter, pedimos a ajuda de nossos leitores para ampliar a divulgação de iniciativas da área de leitura que estejam sendo oferecidas virtualmente nesse período de quarentena. 

Nossa ideia era divulgar outros trabalhos tão brilhantes quanto o movimento que tem sido feito por várias contadoras de histórias, que estão promovendo lives diárias em seus perfis no Instagram. 

Abaixo você vai ler o depoimento de dois leitores da newsletter que nos contaram as ações que estão desenvolvendo dentro dos projetos em que atuam. Um deles, inclusive, vem do Parnamirim: um rio que flui para o mar da leitura, vencedor do Prêmio IPL Retratos da Leitura em 2018.

Esperamos que os relatos sirvam de inspiração para vocês! Continuaremos a receber e a divulgar as iniciativas criadas para a quarentena. Para nos enviar o seu relato, clique aqui

 

Angélica Fernandes de Oliveira Vitalino, do Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura:

Nestes tempos de quarentena, a Literatura pode tornar nosso mundo mais habitável, mantendo a serenidade, o equilíbrio e a alegria de viver.

A cada dia, as redes sociais do Projeto Rio de Leitura têm publicados pequenas leituras e dicas de livros dedicados, especialmente, aos alunos das bibliotecas escolares de Parnamirim.

Estamos nessa brincadeira bem legal todos os dias para suprir o fechamento da Biblioteca Municipal Rômulo Wanderley e das bibliotecas escolares, por ora. A estratégia tem sido uma excelente opção para ocupar as horas que serão passadas em casa nesse tempo, ofertando um debruçar sobre a arte literária, mesmo entre paredes. Escritoras premiadíssimas como nigeriano Sunny e a Roseana Murray e potiguares como Ana Cláudia Trigueiro e Paula Belmino tem contribuído, além de muitos pais, crianças e professores. Abre-se um espaço para o escape dos jogos eletrônicos. Este espaço virtual oportuniza o contato com livros, e seus escritores, leitores e ilustradores. A devolutiva vem em forma de vídeos e fotos de alunos e famílias assistindo.

Instagram: @riodeleitura

Facebook: Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura

 

Alex Zani, editor-chefe da Fazia Poesia

Durante a quarentena, estamos com uma ação de abertura da Fazia Poesia para divulgação de poemas escritos por poetas que não fazem parte da nossa equipe fixa de poetas.

A Fazia Poesia existe, se não por um único, mas ao menos pelo principal motivo, de apoiar e dar visibilidade às pessoas que escrevem poesia e se dedicam à literatura no cenário contemporâneo.

Em tempos de privilégio da quarentena, do cancelamento de eventos e exposições artísticas, de isolamento, distanciamento social; em tempos de recomendação para não beijar, não abraçar, não cumprimentar, não se encontrar, não sair de casa, não viajar, etc, ainda nos resta a oportunidade e a liberdade da leitura e da escrita.

Lançamos a primeira coletânea e, a segunda, será publicada ainda hoje. Já recebemos mais de 50 poemas em 10 dias de ação. Acho importante divulgar em outras plataformas para que o incentivo à escrita chegue no máximo de artistas possível.

O artigo oficial explicando certinho como estamos fazendo é este: https://faziapoesia.com.br/nota-de-posicionamento-ao-covid-19-e-o-apoio-%C3%A0-escrita-3c0b28b037ff

Primeira publicação: https://faziapoesia.com.br/i-publica%C3%A7%C3%A3o-poemas-da-quarentena-3a70eb813112

Também estamos divulgando a ação e compartilhando no nosso Instagram: https://www.instagram.com/p/B96uP4CH93r/ e https://www.instagram.com/p/B-NgZqhH8yD/

Obrigado pela oportunidade!

Poeticamente,

Alex.



Você também pode gostar